Home / Incidentes Inspiradores / As Acções Falam Mais Alto que as Palavras

As Acções Falam Mais Alto que as Palavras

Uma vez, quando Alí (radhiyalláhu an’hu) estava a partir para uma batalha, apercebeu-se que a sua armadura tinha desaparecido. Após a batalha ter terminado, ele foi a Kúfah. Enquanto estava em Kúfa, ele notou um judeu com a mesma armadura que lhe tinha desaparecido. Alí (radhiyalláhu an’hu) confrontou o judeu de imediato e disse: “Esta armadura me pertence!” O judeu negou esta afirmação e disse que era dele, e a prova disto é que a armadura estava na sua posse. Alí (radhiyalláhu an’hu) sugeriu que os dois fossem ao Qázi (Juiz). Após ter ouvido aos dois, Qázi Shuraih (que era o juiz daquele local) virou-se para Alí (radhiyalláhu an’hu) e perguntou:
– “Ó Amírul-Mu’minín! Tú tens alguma prova?”

– “Sim, Hassan e Qumbur (radhiyalláhu an’humá) podem testemunhar que a armadura  é minha.” Respondeu Alí (radhiyalláhu an’hu).

Qázi Shuraih rejeitou a prova apresentada dizendo: O testemunho do filho a favor do pai não é aceite (referindo-se ao testemunho de Hassan)”. Quando o judeu ouviu a decisão de Qázi Shuraih em seu favor, exclamou de imediato: “O líder dos muçulmanos levou-me ao seu próprio juiz, e o seu próprio juiz julgou em meu favor! Sem dúvida que esta religião é verdadeira.” Assim, o judeu recitou o shahádah e aceitou Islám. (Tárikhul Khulafá, pág. 184)

Lições:

  1. Se nós passassemos a vida de acordo com os mandamentos do Islám, seríamos um intermédio para convidar os outros em aceitar o Islám através do nosso carácter. Cada um deve perguntar a sí próprio: “Será que através da minha conducta, atraí as pessoas ao meu redor ao Islám, ou as distanciei?”
  2. Devemos exercer justiça em todos os aspectos da nossa vida.

About admin

Check Also

A Importância do Saláh

Quando Abdulláh bin Abbásse (Radhiyalláhu an’huma) começou a ser afectado pela cegueira, ele foi aconselhado …