Home / Incidentes Inspiradores / Cumprir as Promessas

Cumprir as Promessas

A batalha de Badr é a maior batalha do Islám. Os Sahábah (radhiyalláhu an’hum) que participaram nesta batalha são os mais afortunados e são considerados como os mais ilustres.

Huzaifah bin Yamán (radhiyalláhu an’huma) desejava muito participar nesta batalha, mas não foi possível. Ele explicou a razão de não ter participado:

Antes da batalha de Badr, saí na companhia de meu pai de Makka Mukarramah emigrando para Madinah. No caminho, fomos capturados pelos quraichitas. Eles pretendiam nos matar alegando que nós iriamos nos juntar aos muçulmanos na luta contra eles. Para salvar as nossas vidas dissemos: “Nós só estamos a ir para Madína.”

Assim sendo, eles nos libertaram e nos deixaram continuar com a viagem, mas fizeram-nos prometer em nome de Alláh Ta’ála, que depois de chegarmos em Madína, não iriamos nos juntar aos muçulmanos na luta contra os quraichitas. Quando nos encontramos com Raçululláh (sallalláhu alaihi wassallam) e contamos o nosso incidente a ele, nós o informamos sobre a promessa que fizemos aos quraichitas. Por último, dissemos: “Se quiser, juntar-nos-emos a vós na luta.”

Raçululláh (sallalláhu alaihi wassallam) respondeu: “Devemos cumprir com a promessa, e pedir ajuda a Alláh Ta’ála contra eles.” (Sahíh Musslim #4636)

Lições:

  1. Na batalha de Badr cuja menção foi feita no incidente acima, os descrentes tinham um contingente três vezes superior aos dos muçulmanos. Mas, mesmo estando nesta situação de desespero, Raçululláh (sallalláhu alaihi wassallam) nos ensinou que o mais importante era cumprir a ordem de Alláh Ta’ála para atrair a sua ajuda.
  2. A honestidade é uma característica peculiar de um crente. Consta nos hadíces que, quebrar as promessas (sem nenhuma razão válida) é um sinal de um hipócrita.

About admin

Check Also

Um Coração de Ouro

Íssa bin Umailah Al-Fazári (rahimahulláh) relata que uma certa pessoa contou-lhe o seguinte incidente: Observei …