Home / Incidentes Inspiradores / Khalílulláh

Khalílulláh

Nabí Ibrahim (alaihis salám) costumava sempre convidar alguém para partilhar as refeições consigo.

Certo dia, ele saiu a procura de alguém para se juntar a ele na refeição, mas, não encontrou ninguém. Ao regressar, ele encontrou alguém em pé dentro da sua casa e exclamou:

– Ó servo de Alláh! Entraste na minha casa com a permissão de quem?
– O verdadeiro dono da casa me permitiu que entrasse – o estranho respondeu.
– Quem és tu? – perguntou Nabí Ibrahim (alaihis salám).
– Sou o anjo da morte. Alláh Ta’ála enviou-me para dar as boas novas a um servo, de que ele foi escolhido para ser o Khalíl (amigo especial).
Ibrahim (alaihis salám) perguntou:
– Por favor, diga-me quem é essa pessoa. Juro por Alláh Ta’ála, não importa onde ele se encontra, irei ao seu encontro.
– A pessoa afortunada és tu – disse o anjo da morte.
– Podia me dizer qual foi a razão pela qual Alláh Ta’ála me escolheu como Khalíl? – perguntou Ibrahim (alaihis salám).
O anjo da morte respondeu:
– Porque tu estás sempre a oferecer e doar às pessoas o que elas necessitam, mas nunca pedes nada a ninguém.

(Tafssír Ibn Kassir, vol.1, pág. 560)

Lições:

  1.  Quando alguém dá algo para satisfazer a Alláh Ta’ála, receberá algo em troca neste mundo e no outro também.
  2.  Os benefícios que a pessoa recebe neste mundo não são somente em forma de bens materiais. Mas, recebe também, benefícios espirituais que são muitos superiores aos benefícios materiais. 

About admin

Check Also

Cumprir as Promessas

A batalha de Badr é a maior batalha do Islám. Os Sahábah (radhiyalláhu an’hum) que …